HOJE...




Hoje
Só te posso dar
Este mar revolto
Com areias desalinhadas,
A sensação do tudo em nada
E a aspereza das palavras.

Hoje,
Só te posso dar
O meu pranto depressivo,
Esta frustração grande, imensa
E a pequenez de quem pensa
Que hoje é só o que consigo.

Hoje,
Só te posso dar
A minha fé beliscada,
Esta dor incontornável
E a rudeza das palavras
Que se esbatem nesta mágoa!



9/11/2011
Ana Martins



10 comentários

  1. Olá Ana! Passando para te cumprimentar e apreciar este pequeno, porém, profundo poema.

    Beijos e muita paz pra ti e para os teus.

    Furtado.

    PS. Há muito que tentava acessar este teu belo espaço, mas infelizmente as portas estavam fechadas para mim.

    ResponderEliminar
  2. Minha Querida Amiga Ana Martins,
    Adorei o seu poema que julgo se dedicar a sua Avó.
    Como sempre mostra uma grande atenção aos seus familiares cultivando a sua memória com muito Amor!
    A sua Sensibilidade é prova disso mesmo!
    Beijinhos muito amigos.

    ResponderEliminar
  3. Mientras el dolor pasa triste-mente,
    El alma con su funda protegida,
    Recoge de las penas día…día,
    Llanto, olvido, compasión y amor latente.
    Con cariño un saludo y un abrazo
    Marina

    ResponderEliminar
  4. Os olhos que choram
    Não sabem mentir
    As mãos que me tocam
    Levam à alma o sentir

    O abraço sincero
    Aplaina meu corpo frio
    Veste-me de sol ardente
    Solta meu sonho em azul rio

    Os sonhos perdidos
    As juras e promessas que fazia
    Guardei-as num cofre
    Lancei à maresia

    Mágico beijo

    ResponderEliminar
  5. Ana, amiga.
    Nunca tinha reparado que tinhas os comentários abertos também aqui...
    Deixo-te um beijo.
    Boa noite

    ResponderEliminar
  6. OI ANA!
    MUITO LINDO, É A DOAÇÃO DE UMA ALMA EXAURIDA, QUE JÁ TUDO CONCEDEU.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  7. CIAO ANA .
    Grazie di essere passata da me . visita .
    Ti auguro una felice domenica a te e famiglia . Un saluto dall'Italia Lina

    ResponderEliminar
  8. Pois, a gente tem dias em que tudo desalinha, até a vida...

    Um abraço apertadinho.

    laura

    ResponderEliminar
  9. Uma bela semana pra ti minha amiga..beijos.

    ResponderEliminar
  10. Adorei o seu poema!!!
    vou seguir e voltar com muito prazer!!!

    Visite os meus espaços muito simples e pessoais!!!

    1 beijo Lídia

    ResponderEliminar