Um Adeus...




E soube-te capaz
De percorrer esse calvário serenamente
Até que o mistério da morte
Determinasse o fim do milagre
Que é a vida!

11/02/2013
* Reservados todos os direitos de autor ®


Descansa em paz, Tia Arminda!




18 comentários

  1. Lindo e sereno ADEUS ,como merece que assim viveu. beijos,chica

    ResponderEliminar
  2. Sinto muito pela sua perda e acho que a sua Tia gostou muito deste poema.
    Beijo
    Milai

    ResponderEliminar
  3. Todos devíamos conseguir despedir-nos serenamente mas a morte continua a ser um mistério que nos faz sangrar. Beijinho Grande

    ResponderEliminar
  4. Breve mas sentida Homenagem.
    Nestes momentos em que ñ sabemos que dizer,a Ana disse tudo.
    Beijo.
    isa.

    ResponderEliminar
  5. Os nossos
    São nossos
    E os teus também são meus

    ResponderEliminar
  6. era mto linda!!! e no teu pensamento e coracao, assim sera sempre! beijo enorme

    ResponderEliminar
  7. Olá minha querida Aninha, a vida tem destas coisas conforme trás assim leva e volta e meia enquanto não vamos de vez acabamos por andar perdidos por becos e ruelas. Até que mais dia, menos dia, nos voltamos a encontrar, assim se perdemos não nosso gosto mas por motivos maiores, quando não era uma, era a outra a ter os ditos problemas que nunca se resolvem quando a gente quer mas quando DEUS manda. E aqui estou eu mais uma vez a dar noticias minhas, comigo um dos milagres que pedi a DEUS já está resolvido... falta o outro que eu sei que DEUS quer porque eu sinto que ele me carrega ao colo. Desejo de coração meu amor, que consigo tudo também esteja mais animado, deixo os meus beijinhos de luz e muita paz na sua vida.

    ResponderEliminar
  8. Não sei que dizer, as palavras não saêm!
    Abraço-te Ana sente-o.

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  9. Singelo e doce Adeus Ana
    Emociona e nos faz agradecer a luz que uma simples homenagem nos trás,
    beijinhos

    ResponderEliminar
  10. I am so sorry for your loss. Os meus sentimentos.

    ResponderEliminar
  11. Minha Boa Amiga Ana Martins,
    É nestes momentos que se vêm os Sentimentos das pessoas. As suas palavras reflectem bem o seu sentir!
    Um beijinho muito sentido pelo momento que atravessa.

    ResponderEliminar
  12. Lamento Ana Martins!

    Pedindo desculpa pela divulgação e agradecendo a vossa atenção para a questão:

    Associações: Governo tem «total autismo» na reestruturação das Forças Armadas

    Depois de uma luta de muitos anos para que os políticos deixassem de utilizar a palavra autismo -servia de arma de arremesso entre eles e de forma considerada insultuosa para os portadores do espectro do autismo-, tendo sido aprovado, por unanimidade dos deputados da Assembleia da República, a sua não utilização fora de contexto, verificamos que a referida palavra continua a ser mal aplicada no nosso quotidiano.

    Lamentável. Só pode ser por ignorância. Aqui fica o alerta. Pede-se que haja mais respeito pelos autistas. E pelos seus familiares...

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde, Ana
    Não tive oportunidade de lhe apresentar os pêsames em devido tempo, mas deixo agora, aqui, um abraço solidário.
    A sua homenagem, singela, diz tudo! Às vezes não são precisas muitas palavras para expressar o muito que nos vai na alma.

    Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  14. Ana

    Perdi a minha mãe há quatro meses.Sei que percebe a inocuidade de qualquer palavra perante o sentimento.

    Um abrsço.

    Ana.

    ResponderEliminar
  15. Querida amiga

    Infelizmente a morte
    é para quem fica...


    Desejo que o amor,
    faça morada em seu coração.

    ResponderEliminar
  16. Ausentei-me,mas posso voltar...e aqui estou, para deixar o meu abraço. Assim é: chega o dia da partida!
    Até...
    Lúcia

    ResponderEliminar
  17. Ana,fica o meu abraço solidário e o desejo que a tia Arminda viva agora na luz plena e na Alegria.Beijinhos

    ResponderEliminar